🥇 COVID 19 - CORONAVIRUS: Controle de Pragas é Essencial ao combate e prevenção.

Escrito por Nacional Control

Precisamos ficar atentos a todas as mudanças que vem acontecendo e documentos que estão sendo elaborados, com as novas medidas tomadas em todos os setores da sociedade para controlar a expansão (COVID-19) CORONAVIRUS, estamos monitorando a situação e tomando todas as medidas para que nosso setor continue trabalhando na normalidade e segurança.

Nossos Clientes estão cobrando a manutenção dos Serviços visto os riscos que representam as baratas, formigas, moscas e ratos, que transportam vírus, fungos e bactérias, são vetores doenças, que não estão de quarentena, e permanecem ativos. Agora o Responsável Técnico da Controladora de Pragas é peça fundamental para definir o Protocolo de Trabalho mais apropriado, para garantir a Saúde e Segurança dos Colaboradores, são eles que conhecem a realidade da operação e dos equipamentos disponíveis, assim poderão orientar as medidas de segurança necessárias a seguir durante as operações, orientando os clientes também.

Importante o envolvimento também dos Empresários para visitarem as Vigilâncias Sanitárias locais e mostrar a importância da atividade e reforçar que as Pragas não reduzem suas atividades de proliferação e contaminação, está aproximação dos órgãos públicos é essencial para sermos sempre lembrados e reconhecidos, como agentes promotores e da defesa da Saúde.

Entenda os riscos

 

Pragas urbanas como baratas e formigas podem aumentar as oportunidades de contágio do novo corona vírus. Entenda porque: O novo corona vírus (COVID-19) é uma doença grave que ataca o sistema respiratório. Os primeiros casos da doença pelo vírus foram registrados na China e hoje se espalharam pelo mundo todo, caracterizando uma pandemia segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). 

 

A contaminação com o corona virus não acontece só pelo nariz e pela boca segundo a declaração do infectologista Celso Granato feita a Revista Veja, “A contaminação não acontece só pelo nariz e pela boca. É possível se contaminar pela mão, pelos olhos e até pela roupa. Se você conversar por muito tempo e muito próximo a pessoas doentes, por exemplo, gotículas expelidas por essa pessoa podem ficar na sua roupa e ao toca-la, você pode se contaminar”.

 

Se pensarmos ser possível a contaminação por mãos, olhos e até roupa, é possível afirmar que a contaminação e transmissão podem ocorrer também por baratas, formigas e demais pragas urbanas, que podem ser vetores de transmissão para outras doenças causadas por vírus, bactérias, e outros micro-organismos. Imagine um bar cheio de gente que escarra no chão (nojento, mas verdade). Este é normalmente um ambiente cheio de baratas...estas ao terem contato com o escarro de uma pessoa contaminada, também ficam contaminadas.

 

Outra questão seria o contágio em ambientes hospitalares. Formigas podem estar presentes nestes ambientes. Formigas ao entrarem em contato com espirros, secreções como saliva, gases ou ataduras contaminadas dos pacientes também contaminam-se. Principal forma de transmissão é através do ar que contenha gotículas de saliva contaminada, por fala, espirro ou tosse. É importante informar que a principal forma de transmissão é através do ar que contenha gotículas de saliva contaminada, por fala, espirro ou tosse. Essa nova doença apesar de estar se alastrando pelo mundo, tem uma taxa de mortalidade relativamente baixa.  Varia entre 2,3% a 3,5%m com os casos de óbito mais comum em pessoas idosas, em geral, acima de 80 anos. A maioria das pessoas que se contamina não tem grandes problemas, é como se fosse uma gripe comum. Em poucos casos há necessidade de internação. Além dos idosos, imunossuprimidos, diabéticos, cardíacos e de forma geral pessoas com baixo sistema imunológico fazem parte do grupo de risco. 

 

 

Como se previr do corona vírus

 

  • Lave as mãos com água e sabão, durante várias vezes durante o dia, o recomendado por infectologistas é a cada duas horas, ou utilize álcool gel para higienizá-las. 
  • Cubra a boca ou o nariz, ou espirrar ao tossir. Use um lenço, caso não seja possível, utilize preferencialmente com o antebraço. Evite usar as mãos.  
  • Não compartilhe objetos pessoais, tais como copos, talheres, entre outros.
  • Evite abraçar, beijar e apertar a mão das pessoas.
  • Evite locais fechados com grandes aglomerações.  
  • Deixe as visitas às crianças e pessoas idosas para outro momento. 
  • Cancele as viagens para áreas onde a doença já se tornou uma epidemia. 
  • Use máscara caso esteja doente, a mesma deve ser trocada a cada duas horas, evitando o contágio por tosse, espirro ou fala. 

Controle o risco de transmissão e controle de pragas com a Nacional Control

Categoria:

ORÇAMENTO 

preencha o formulário abaixo SEM COMPROMISSO